Publicado por: biancarabelo | 6 de Março de 2012

Alergias

Boa tarde, meus queridos! Nessa semana, irei abordar aqui no blog assuntos sobre o trato respiratório. Iremos falar sobre alergias, rinite alérgica, asma brônquica, dermatite atópica, bronquite, enfisema pulmonar e doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC). Não sei como está em sua cidade, mas aqui em Belo Horizonte a umidade relativa do ar está variando em 25-45%, e iremos entender um pouco sobre como esses valores interferem em nossa saúde.

Vamos lá?

As Alergias

Vamos começar então com estatística? 30 a 35% dos brasileiros são atingidos por algum tipo de alergia, ou reação de hipersensibilidade. Alergia é uma reação exagerada do sistema de defesa do nosso organismo, quando ele é exposto a uma determinada substância estranha. Essa resposta do nosso corpo ocorre quando temos predisposição genética ou quando já tivemos sensibilização por aquele agente, que se chama alérgeno. Os mais comuns estão dentro do próprio domicílio, que são os ácaros encontrados na poeira, restos e fezes de baratas, mofo, pêlos de animais domésticos, fumaça de cigarro, pólen e esporos de fungos, além de certos alimentos, medicamentos e produtos químicos.

O tempo mais seco diminui as secreções e as defesas que guardam as vias aéreas, deixando-as mais vulneráveis aos agentes que desencadeiam as alergias.

Os sintomas mais freqüentes das alergias respiratórias incluem:

  • Espirros constantes,

  • Coriza,

  • Sensação de nariz entupido ou de “cabeça pesada”,

  • Coceira nos olhos, no nariz, no céu da boca e na garganta.

Que tipos de alergias existem?

Catalogam-se três tipos de alergias: respiratórias, alimentares e dermatológicas, segundo o sistema do organismo que afectam. As alergias respiratórias são as mais comuns, incluindo a febre dos fenos ou renite alérgica sazonal, a renite alérgica perene e a asma. De qualquer forma, não se pode fazer uma divisão clara já que, por exemplo, um mesmo alimento pode estar na origem de um eczema ou dermatite atópica num bebé, e também provocar asma numa criança de 6 a 12 anos. Assim, as causas e os efeitos dos diferentes tipos de alergia estão muito interrelacionadas. 

Bom, vamos guardar mais para o próximo post, certo? Até lá então! Grande beijo, Bianca Rabelo.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: