Publicado por: biancarabelo | 25 de Junho de 2010

Transtorno Bipolar

Olá pessoal! Tava aqui procurando um tema para postar no blog e achei esse assunto muito interessante! Ultimamente, com o surgimento de novas doenças mentais, as pessoas confundem muito e misturam, então… vamos falar de transtorno bipolar?

O Transtorno Bipolar é uma doença que se caracteriza pela alternância de humor, sendo que ora a pessoa fica eufórica (episódios de mania) ora deprimida, intercalando com períodos de normalidade. Apesar de transtorno bipolar do humor nem sempre ser facilmente identificado, existem evidências de que fatores genéticos possam influenciar o aparecimento da doença.

Com o que não deve ser confundida

Não devemos confundir transtorno bipolar com as alterações de humor motivadas por dificuldades cotidianas estressantes , pois estas são momentâneas e tendem a desaparecer quando as dificuldades são resolvidas.

Sintomas

A mudança do comportamento de euforia para depressão ou vice-versa é súbita, mas o indivíduo não percebe esta alteração ou a atribui a algum fator do momento, pois o senso crítico e a capacidade de avaliação objetiva das situações ficam prejudicadas ou ausentes.

Quando em um episódio de Mania ou Euforia o paciente pode apresentar:

Quando em um episódio de Depressão o paciente pode apresentar:

Aumento de energia e disposição;

Humor eufórico;

Irritabilidade, impaciência, “pavio curto”;

Distração;

Exaltação;

Pensamento acelerado, tagarelice;

Insônia;

Otimismo exagerado, aumento da auto-estima;

Gastos excessivos;

Falta de senso crítico;

Em casos mais graves pode ocorrer:

Delírios e alucinações;

Abuso de álcool ou drogas;· Idéias de suicídio;

Desinibição exagerada;

Comportamentos inadequados;

Desânimo, cansaço mental;

Dificuldade de concentração, esquecimento;

Isolamento social e familiar;

Apatia, desmotivação;

Sentimento de medo, insegurança, desespero e vazio;

Pessimismo, idéias de culpa;

Baixa auto-estima;

Alteração do apetite;

Redução da libido;

Aumento do sono;

Em casos mais graves pode ocorrer:

Dores e problemas físicos como, cefaléia, sintomas gastrintestinais, dores pelo corpo e pressão no peito;

Idéias suicidas.

Tratamento

O tratamento mais indicado atualmente é uma combinação de medicamentos com psicoterapia. O diagnóstico precoce aliada a uma terapêutica adequada é um bom caminho para a melhoria e manutenção da qualidade de vida do portador desse distúrbio. A participação da família também é muito importante. Para auxiliar o paciente, a família precisa saber o que é e como se trata o transtorno bipolar. Esse entendimento trará ao paciente a sensação de apoio e compreensão que serão importantes atitudes no relacionamento familiar. Um bom conhecimento da doença e do seu tratamento pelo paciente, pelos seus familiares e amigos, aumenta a possibilidade de uma vida produtiva, com qualidade e satisfação.

Muitas vezes o paciente não percebe que tem esta enfermidade, e é necessário que familiares e amigos estejam bem informados e saibam reconhecer alguns dos sintomas para poderem encaminhá-lo a um tratamento adequado.

Obrigada mais uma vez pela atenção! Espero que tenham gostado! Um grande beijooo! Bianca Rabelo.


Responses

  1. oi fui diagnosticado bipolar, mas não sei dos meus direitos , se alguem me contraria ou eu acho que me contrariou, eu fico muito irritado ao ponto de querer matar se ue estiver com uma arma eu mato isso é normal ,eles podem me irritar, eu estou sempre serto , me de uma ideia

    • Olá Anderson, tudo bem? Bom, você me disse que foi diagnosticado, então entendi que você já procurou uma ajuda médica, certo? Bom, se sua resposta for sim, você está no caminho certo. Esse assunto é sério e tem que ser tratado, pois existe tratamento, e não sei como você está se sentindo por enquanto, pois se você ainda não está se incomodando com essa doença, com certeza ela ainda te incomodará. Igual o exemplo que você me deu, você disse que fica irritado quando alguém te contraría, claro que isso não é legal, não é bom ser contrariado, mas o que está errado é você ficar irritado, entendeu? Pois isso faz mal pra você. Então aconselho que se você não procurou ainda uma ajuda médica, faça isso, se tiver dúvida de onde procurar ajuda, me fala que eu te indico alguns lugares, pelo SUS, atendimento gratuito, para você consultar. E respondendo sua pergunta, vontade de matar alguém não é normal Anderson, raiva é normal até certo ponto. Mas seja forte, lute, mas lute contra a bipolaridade OK? Grande abraço e sucesso na sua vida!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: